quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Frases e citações sobre desapegos e fim de um amor


É assim que o amor acaba.
Os lábios se cansam, as respirações diminuem, as batidas diminuem, os horizontes encolhem.
Apenas sinta o peso das coisas não feitas, das promessas não cumpridas.
E do teto as perguntas te olham e nem sequer procuram uma resposta. 

(Fabrizio Caramagna)

Com cada despedida você aprende. 
E você aprende que o amor não é se apoiar em alguém 
e a companhia não é segurança. 
E comece a aprender que os beijos não são contratos
e os presentes não são promessas. 
(Jorge Louis Borges)





Não se preocupe, você pode se recuperar dos amores acabados. 
Mas você não sai vivo daqueles que nunca começaram. 
(Anonymous)

Adeus nunca são espetaculares no começo. 
Um adeus quase sempre começa silenciosamente, lentamente. 
Um adeus se arrasta em palavras cotidianas como água debaixo de uma porta. 
No começo é quase nada. Um pouco de umidade, algumas gotas de desprezo e incompreensão. 
Quando o dilúvio chega, é tarde demais. 
(Fabrizio Caramagna)

Onde não há humor não há humanidade; onde não há humor (essa liberdade que você toma, esse desapego à sua frente) existe o campo de concentração. 
(Eugène Ionesco)

Aqueles que não notam a sua infelicidade são os mesmos que o censuram por estarem sempre desapegados e insensíveis. 
(MustErminea, Twitter)

Ele abandona a raiva, negligencia o orgulho, ultrapassa todos os laços: nenhuma dor toca o homem separado do nome e da forma, e quem não tem nada. 
(Buda)





Abençoados são os capazes de desapego, aqueles de racionalização, aqueles que tem o único desejo de fazer xixi. Bendita calma pacífica. 
Felizes eles, sim. 
(BarbaMaura, Twitter)

Nós não somos associais, não somos desapegados, simplesmente não apreciamos que alguém entre e saia de nossa vida como nada. 
(ValentinaVeltro, Twitter)

Estamos inclinados a interpretar como vaidade, indiferença, superioridade, arrogância ou desapego aquilo que na realidade é uma forma de auto-satisfação: porque o gato está feliz por ser ele mesmo. 
(Jeffrey Moussaieff Masson)

O começo é doce, absurdo, feliz. O enredo cheio de boa vontade, forte e cheio de tensões. O fim, uma laceração. 
(Nuria Barrios)

Seria um mundo melhor se "eu te amo" e "Adeus" pudesse ser dito apenas uma vez na vida. E nunca para a mesma pessoa. 
(mheathcliff, Twitter)

Por um tempo, talvez eu continue gritando seu nome para mim mesmo, no meu coração. Mas, eventualmente, a ferida se curará. 
(David Grosmann)





Eu acho que no final toda a vida não é nada além de um ato de separação, mas o que cria mais dor não é tirar um momento para um adeus. 
(Do filme "A vida do Pi")

Todos nós temos o direito de um adeus. Alguém que antes de se voltar a enfrentar mais uma vez. 
E nos dê uma onda de saudação, uma palavra, um último olhar. 
Eu vejo gentileza, respeito. Eu vejo a humanidade. 
(Fabrizio Caramagna)

O amor nunca morre de morte natural. Ele morre porque não sabemos como fornecer sua fonte. Ele morre de cegueira e erros e traições. Ele morre de doença e feridas, morre de exaustão, devido ao cansaço ou opacidade. 
(Anaïs Nin)

As palavras estão em silêncio na porta a um passo de você que fica do lado de fora, e eu não sei como ligar para você e pedir para você voltar. É assim que nascem as despedidas. 
(Fabrizio Caramagna)

Eu desci, dando-lhe o braço, pelo menos um milhão de escadas 
e agora que você não está lá, há o vazio a cada passo. 
(Eugenio Montale)

Como eles passaram os últimos dezesseis anos desaprendendo um ao outro? Como a soma de toda a presença se transformou em ausência? 
(Jonathan Safran Foer)

Se eu te cortar da minha vida, pare e pense sobre isso: provavelmente, a tesoura para fazer isso você passou para mim. 
(roberto_rigoni, Twitter)

Desprezar-nos a vontade, introduzindo-nos desde o primeiro momento, numa terra desolada que não conhecíamos, faz-nos ouvir um timbre de desespero sem precedentes e o esforço da existência e do desejo. 
(Emanuele Trevi)

Como terminar, como fechar: é sobre isso e certamente não sobre como começar ou abrir algo, que aqueles que vivem a vida líquida moderna precisam urgentemente de instruções. 
(Zygmunt Bauman)

Quando um amor termina, um dos dois sofrem. 
Se ninguém sofre, nunca começou. 
Se ambos sofrem, nunca acaba. 
(Marilyn Monroe)

Não era uma questão de ser feliz ou infeliz. Eu não queria mais ser eu. 
(Sarah Dessen)

Devemos recomeçar desde o começo todos os dias. Diga adeus e se perca. E então imediatamente procurar e encontrar um ao outro. Nós só devemos viver em começos. Como dois estranhos, que têm um ao outro sem nunca ter completamente. 
(Fabrizio Caramagna)

As mãos que dizem adeus são aves que morrem lentamente.

(Mario Quintana)

O amor é tão curto e o esquecimento é tão longo 

(Pablo Neruda).

Nenhum comentário: