sábado, 24 de março de 2012

Frases de Chico Anysio

"Tenho conversado seguidamente com muitos livreiros e de todos escutei o mesmo: "Seu livro coloca dentro da livraria gente que nunca tinha entrado numa". Isto, para mim, é uma grande vitória."
"O sucesso da televisão é impossível de ser comparado ao literário. Um programa é visto por 75 milhões de telespectadores. Um livro é lido por 20 mil."


"O que me levou a esta atividade foi o fato de gostar de contar histórias, pois antes de tudo, o que eu faço de melhor é exatamente é contar uma história."

"Penso na morte menos do que ela pensa em mim."

"Não tenho medo de morrer. Tenho pena."

"Me arrependo enormemente de ter fumado durante 40 anos."
"O brasileiro só tem três problemas: café, almoço e jantar."

"Não sou consumidor de maconha porque sofro de depressão. Mas pior do que ela é o cigarro, que me causou um infarto."
"Claro que eu tenho depressão. Tive seis mulheres, nove filhos e dez netos. Se eu não tivesse depressão, teriam de me internar, porque eu seria um psicopata."

"No Brasil de hoje, os cidadãos têm medo do futuro. Os políticos têm medo do passado."

"O brasileiro só tem três problemas: Café, almoço e jantar."
"As mulheres estão descobrindo que mulher é bom, coisa que os homens já sabem há séculos."
 Uma mulher que não sabe quem ele foi, não pode dirigir uma TV. Obs.: Sobre Marluce Dias da Silva, diretora geral da Rede Globo, que teria dito não conhecer a importância do falecido apresentador J. Silvestre.

"Quem é casado há quarenta anos com dona Maria não entende de casamento, entende de dona Maria. De casamento entendo eu, que tive seis." Obs.: Humorista, em entrevista à revista Seleções.


"Tem coisa que não se discute: filhos detonam qualquer casamento. São maravilhosos, mas fatais." Obs.: Humorista, que tem sete filhos e cinco ex-mulheres, no livro que escrevia sobre casamento em maio de 2000.

"Não tenho confiança em goleiro negro. O último foi o Barbosa, de triste memória." Obs.: Em entrevista ao diário Lance.

"Quero que se lembrem de mim como um cara que fez da melhor forma possível o trabalho que tinha a fazer."

"Saindo da Globo, eu vou para casa."

"Nos batidores de Caminho das Índias, me tratavam como se eu fosse o Sean Connery [risos]... Os atores só me diziam palavras de elogio, de agradecimento, coisas que muitas vezes me davam vontade de chorar."

"O povo me diz nas ruas que quer a volta da Escolinha; sou o humorista das classes C, D e E"

"Sempre fui líder de audiência."

"Eles [da cúpula da Globo] sabem meu endereço e do que eu sou capaz."

"Os atuais programas de TV? Não vejo e, por isso, não posso opinar sobre."

"Nunca saí da ativa. A televisão que me encostou."

"Nao tenho medo de morrer. Mas, se puder, vou adiando..."

"Não haverá um Chico Anysio do futuro."

Nenhum comentário: