domingo, 28 de novembro de 2010

Frases sobre o combate ao crime no Rio


"Estou feliz."
Menina de 7 anos que mora no Alemão, em carta de agradecimento a um policial da Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil (Core)
"Não vejo minha mulher desde quinta."
Inspetor Mário Mamed, da Core, um dos primeiros a entrar no Conjunto de Favelas do Alemão
"Zeu, cadê o machão?."
Moradores do Alemão, pouco depois de o traficante Elizeu Felício de Souza, conhecido como Zeu, ser apresentado no 16º BPM (Olaria), neste domingo (28)
"Não tem limites de recursos financeiros para devolver a dignidade e a cidadania à população do Alemão. Está todo mundo resgatado com essa liberdade." 
Prefeito do Rio, Eduardo Paes, sobre a ocupação no Conjunto de Favelas do Alemão
"O Rio de Janeiro está virando uma página.”
Governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, sobre a ocupação do Conjunto de Favelas do Alemão no domingo (28)
"Não existe herói nessa guerra, mas os caras terem refletido ontem [sábado] que não valia a pena morrer por algo sem sentido foi uma vitória."
Celso Athayde, autor de Falcão - Meninos do Tráfico com MV BILL, em relato no Twitter
"Um dia ele ia ter que pagar"
Ivanildo Dias de Trindade, que entregou o filho Carlos Augusto à polícia
"Eles [os criminosos)] vão ter que sair, eles não têm opção. Eu estou acostumada com tiro, achei normal a movimentação. Mas estou feliz."
Estudante Andressa, de 16 anos, moradora do Morro do Adeus, sobre a ocupação no Complexo do Alemão
"Nunca passei por isso. Fiquei em casa, esperando acabar. Vim na rua agora, mas não gosto de ver tanta polícia."
Daniel, de 9 anos, sobre ocupação no Complexo do Alemão
"Eu tô deitada no chão desde quinta-feira, última vez que saí de casa".
Roseli, de 21 anos, sobre operação no Complexo do Alemão
“A minha satisfação é poder trazer a paz a essa comunidade. Fizemos história reconquistando a Vila Cruzeiro e o Alemão."
Policial civil Henrique Cerqueira, que participou da ocupação do Conjunto de Favelas do Alemão, na Zona Norte do Rio, na manhã de domingo (28)
“Eu nunca vi nada igual, é muito melhor do que muita casa no Leblon."
Delegado Marcos Vinícius Braga, sobre a mansão de Pezão
"A varredura no Alemão pode durar dias. Isso porque acreditamos que existam ali 5 mil moradias e cerca de 200 criminosos continuam ali dentro."
Coronel Lima Castro, relações públicas da Polícia Militar, após informar que alguns chefes do tráfico no Conjunto de Favelas do Alemão, na Zona Norte do Rio, já se entregaram à polícia
"Eles [criminosos] são muito covardes, estão acuados. Nesse momento é cada um por si. Então podem fazer pessoas reféns, se esconder em casas de moradores."
Coronel Lima Castro, relações públicas da Polícia Militarsobre a operação no domingo (28)
“Foi um sucesso.”
Coronel Lima Castro, relações públicas da Polícia Militar, sobre ocupação no Complexo do Alemão
"Preocupantemente tranquila. A quadrilha é covarde e perigosa".
Delegado Marcus Vinícius Braga, do Gabinete de comando de crise, sobre situação no Complexo do Alemão.
"Apenas conquistamos o terreno. O trabalho mais cansativo vem agora."
Mário Sérgio de Brito Duarte, comandante da Polícia Militar, após ocupação no Complexo do Alemão
"Vencemos. Trouxemos a liberdade para a população do Alemão. Agora é trabalho de busca, procura, prisões e apreensões. Menos resistência."
Mário Sérgio de Brito Duarte, comandante-geral da Polícia Militar, sobre ocupação no Complexo do Alemão
"Estamos seguindo os rastros de sangue."
Rodrigo Oliveira, subchefe operacional da Polícia Civil

Nenhum comentário: