sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Obama com o Prêmio Nobel da Paz


O presidente dos EUA, Barack Obama, foi laureado nesta sexta-feira (9) com o Prêmio Nobel da Paz, por seus esforços diplomáticos pró-desarmamento nuclear.


Leia a seguir como algumas entidades e personalidades reagiram à notícia da premiação:

"Uau!"
Robert Gibbs, porta-voz da Casa Branca 


"É a pessoa certa para esta distinção"
Hamid Karzai, presidente do Afeganistão

"Não percebemos nenhuma mudança de estratégia para a paz, ele não fez nada pela paz no Afeganistão, ele não adotou nem uma medida sequer para isso ou para tornar o país mais estável."
Zabihullah Mujahid, porta-voz do Talibã

"O prêmio reflete as esperanças geradas em nível global com sua visão de um mundo sem armas nucleares."
José Manuel Durão Barroso, presidente da Comissão Europeia

"Este prêmio fortalece seu compromisso, como líder da nação mais poderosa do mundo, com o trabalho de promover a paz e erradicar a pobreza"
Fundação Mandela

"Em nome do povo irlandês, quero felicitar calorosamente o presidente Obama por esta magnífica conquista. O comitê do Nobel reconheceu justamente seu trabalho no campo da diplomacia"
Brian Cowen, premiê da Irlanda

"Devemos todos apoiá-lo. Ele abriu uma janela de possibilidades"
Angela Merkel, chanceler da Alemanha

"Isso é fantástico. Ele faz história onde quer que vai. Vai mudar as coisas, e as pessoas percebem, é fantástico"
Genn, americana, negra, moradora de Washington, D.C.

"Poucos líderes conseguiram mudar o espírito do mundo em tão pouco tempo e com semelhante impacto."
Shimon Peres, presidente de Israel

"É um estímulo e um respaldo."
José Luis Rodríguez Zapatero, chefe de governo da Espanha

"É preciso felicitar Obama, porque é um merecido ganhador."
Morgan Tsvangirai, premiê do Zimbábue

"Ele terá que observar um comportamento ecumênico em relação a todos."
Silvio Berlusconi, premiê da Itália

"Obama não ofereceu nda aos palestinos, salvo promessas e boas intenções. Ao mesmo tempo, expressa seu apoio absoluto à ocupação israelense"
Sami Abu Zuhri, porta-voz do movimento palestino Hamas em Gaza

"Ninguém no mundo merece mais"
Mohamed ElBaradei, diretor da agência de energia atômica da ONU

"É uma manifestação ousada de apoio internacional para sua visão e seu comprimetimento com a paz e a harmonia nas relações internacionais"
Jimmy Carter, ex-presidente dos EUA e ganhador do Nobel

"É um tributo a sua extraordinária liderança, sua devoção pela causa da paz e sua ilimitada dedicação à diplomacia internacional."
Javier Solana, chefe da diplomacia da União Europeia

"Ele não merece o prêmio. Todos esses problemas - Iraque, Afeganistão - não foram resolvidos. O homem da 'mudança' não mudou nada ainda."
Issam al Khazraji, trabalhador iraquiano, em Bagdá

"O Nobel fortalecerá a capacidade de Obama para trazer a paz a toda a região, e um acordo com os palestinos."
Ehud Barak, ministro da Defesa de Israel

"É uma honra bem merecida."
Anders Fogh Rasmussen, secretário-geral da Otan

"Minha primeira reação foi de achar que era uma piada"
Jerome Corsi, acadêmico americano

"Encorajo-lhe a continuar abrindo portas ao diálogo, para conseguir uma melhor compreensão entre as nações."
Mwai Kibaki, presidente do Quênia

Nenhum comentário: