sábado, 24 de maio de 2008

Frases: A política, segundo Jefferson Péres

Vídeo: MORRE O ÚNICO SENADOR DECENTE DA REPÚBLICA


política, segundo Jefferson Péres

Violência e injustiça social:

"Nós vivemos numa sociedade cada vez menos solidária. Desagrega-se a estrutura familiar. As antigas e saudáveis relações de vizinhança desapareceram. O Estado, entranhadamente, é corrupto. Eu sou um pico nevado, mas contido. Essa é uma sociedade hipócrita, que só reage à violência quando ela chega à classe média e sente a violência explícita que põe em perigo ela mesma, mas jamais se indigna quanto à violência silenciosa." (05/11/1999)

Governo FHC:

"Será profundamente triste que o governo Fernando Henrique Cardoso, nos seus dois últimos anos, termine dessa maneira, um governo abafador de investigações, um governo que, por imprevidência, por falta de planejamento, deixou o país mergulhar em uma crise energética. " (21/05/2001)

Desmatamento da Amazônia:

"A Amazônia não será internacionalizada coisa nenhuma, nem vamos perdê-la. O que ameaça a Amazônia não é a cobiça internacional, é a cupidez nacional, que está devastando a floresta em um ritmo alucinante, com a inação, com a inércia das autoridades federais, estaduais e municipais." (02/04/2003)

O Mensalão:

"A vida pública para mim não é jogo de futebol, com duas torcidas: uma querendo que o Flamengo vença mesmo com o atacante fazendo gol com a mão e a outra querendo que o Fluminense ganhe mesmo quebrando a perna do zagueiro adversário. Eu visto a camisa do PDT, mas não quero ganhar assim. Não quero ganhar fazendo pênalti. Eu só quero a verdade." (01/04/2004)

A crise ética no governo Lula:

"O Governo atual perdeu, definitivamente, a compostura. Mil dias de governo Lula! Mil dias de um governo que 53 milhões de brasileiros elegeram para começar o processo de transformação deste país. É este o Brasil novo que este governo nos prometia." (28/09/2005)

Decepção política:

"A classe política, nem se fala, essa já apodreceu há muito tempo mesmo. Este Congresso que está aqui, desculpem-me a franqueza, é o pior de que já participei. É a pior legislatura da qual já participei. Nunca vi um Congresso tão medíocre." (30/08/2006)



Jornal A Gazeta


Nenhum comentário: