terça-feira, 15 de janeiro de 2008

O Flamengo e o preconceito Uruguaio

Vídeo: Chute no racismo no futebol

"Mas o pessoal daquele país pequeno (Uruguai) é complicado. Eles têm o dom de irritar. Criam apelidos na hora, chamam de comedor de banana"
Joel Santana, treinador do Flamengo, ao comentar o suposto caso de racismo do jogador uruguaio - 13/01


"Na Argentina e no Uruguai, 'negro' não é racismo. Significa amigo. Se fui racista, peço desculpas"
Caballero, zagueiro uruguaio do Huracan, ao se defender da acusação de que teria chamado Toró, do Flamengo, de "macaco" durante jogo-treino - 13/01

Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário: