sexta-feira, 14 de setembro de 2007

Frase: Camata e os senadores gays cívicos


"Gay cívico é o senador que não vota nem sim nem não. Ele é meio termo, ele está no meio, quer dizer que, além de esconder na covardia vergonhosa da votação secreta, ele se esconde na abstenção...ele não está nem para lá nem cá, ele é coluna do meio".
Senador Gerson Camata (PMDB-ES), ao fazer uma avaliação sobre a absolvição em plenário do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-ES)


"Isso surgiu na convenção do PT, estou ficando simpático à idéia, porque o PT deu ontem o golpe de morte no Senado com a posição dos gays cívicos".
Senador Gerson Camata (PMDB-ES) em críticas a atuação do PMDB, "que está uma vergonha", do PT, "pela habilidade genial com que conseguiu começar a extinção do Senado" e do aparecimento do que ele chamou de "gay cívico".


Nenhum comentário: