sábado, 2 de junho de 2007

Frases da semana: "Sem TV"



“Se já temos o Protocolo de Kyoto, por que inventar outra proposta e não cumprir aquilo que já está determinado? Se um país não é capaz de cumprir o resultado de uma convenção internacional que determinou orientações e diretrizes, não vai ser de forma voluntária que esse país vai cumprir".
Lula, em critica à proposta de Bush sobre efeito estufa nesta sexta-feira em Londres.

"Que triste para o povo brasileiro! Minhas condolências para esse povo que não merece isso. Um Congresso que repete como papagaio o que dizem em Washington. Que dano faz esse Congresso à causa da integração latino-americana. Que tristeza que dá!"

“A esses representantes da direita brasileira posso lhes dizer que será mais fácil, muito mais fácil, que o império português volte a se instalar em Brasília do que o Governo da Venezuela devolva a concessão que colocou fim à oligarquia venezuelana”.

Hugo Chavez, presidente da Venezuela em referências ao Brasil, motivada por um documento emitido pelo Congresso brasileiro que convida o governante venezuelano a que modifique sua posição frente ao canal privado "Radio Caracas Televisión" ("RCTV").

"Pedimos ao governo venezuelano que reverta a rota, reabra a estação independente de TV e cesse os ataques contra a imprensa livre"
Condoleezza Rice, secretária norte-americana de Estado.

“Não, não sou ameaça para ninguém, não tem nada disso. Agora, tenho o que contar, né? Eu tive uma relação de três anos. Você imagina."
Mônica Veloso, sobre sua Relação com Renan Calheiros.

“Ele [Clodovil] é um estilista e um artista. Agora é um deputado e precisa tomar muito cuidado com suas atitudes. Ninguém é superior a ninguém. Isso não é bom para o Congresso."
Ricardo Izar (PTB-SP), o presidente do Conselho de Ética da Câmara, temendo que Clodovil manche ainda mais imagem da Câmara. Clodovil se envolveu em mais uma confusão, desta vez no aeroporto de aeroporto de Brasília.

Nenhum comentário: