segunda-feira, 25 de junho de 2007

Frases da semana: "A postagem de primeira da segunda"

"Transcrição de fita ilegal é crime, e os jornais vão fazendo, e isso vai sendo aceito, porque ninguém gosta de ir contra o jornal."
José Carlos Dias, ex-ministro da Justiça, à folha de São Paulo.

"As pessoas comentam: ganho um salário-mínimo e a amante do Renan ganha R$ 12 mil. Não têm dimensão de que é o presidente do Senado".
Manoel Gomes de Barros, ex-governador de Alagoas e amigo de Renan Calheiros.


“Em serviços como educação, na saúde e assistência social, eu não vejo como se possa justificar a estabilidade. Se você defende uma carreira estável para o servidor de saúde, fica amarrado a um outro conjunto de regras e normas que regem o serviço público. E eles não são compatíveis com o atendimento à população.”
José Gomes Temporão, ministro da saúde, para ele a estabilidade dos funcionários da Saúde contraria interesses da população. Declaração dada à Revista IstoÉ nº 1965, de 27.06.2007.

“Há um ciclo em que um fenômeno alimenta o outro. Se o meio ambiente é degradado com desmatamento e erosão, os reservatórios de água diminuem, aumentando as áreas desertas. O caso da América do Sul é o mais alarmante. Até 2025 países como o Brasil perderão um quinto de suas terras produtivas”.
Heitor Matallo, membro da Convenção das Nações Unidas para o Combate da Desertificação (UNCCD).

“ O Estado é laico, mas a sociedade não. Não se pode confundir o Estado com a sociedade ”
Dom Odilo Scherer, arcebispo de São Paulo, para ele impedir a Igreja de debater aborto e células-tronco fere a Constituição.

"Está claro que querem assassinar minha honra. Mas não vão assassinar porque não têm provas de absolutamente nada"
Renan Calheiros, presidente do Senado, que desconversou quando perguntado a quem dirigia a crítica

Nenhum comentário: