quarta-feira, 23 de maio de 2007

Frases semanais: "Sem palavras"

"(...) Quando percebi tudo, meu filho estava molinho, gemendo. Quando passei para o colo da minha esposa, vi que o gorro dele na parte de trás, estava furado. Aí senti cheiro de pólvora. Percebi que o casaquinho dele estava preso na pele. Foi então que entendi que aquilo foi do tiro. Ainda bem que a mão de Deus segurou a bala. Ela ficou presa no casaco."

Jogador Wescley Gonçalves, de 23 anos, do Juventude. O filhinho do Zagueiro capixaba, Miguel Novaes Gonçalves, foi baleado durante o roubo do carro de outro jogador na noite de segunda-feira (21).


Deixe seu comentário

Um comentário:

Osc@r Luiz disse...

Dessa vez o anjo da guarda desta criança estava atento, mas com a violência como anda, quantas dessas ainda vão acontecer.
Esta situação é inadmissível!
É a total perda da autoridade!
Aonde vamos parar?
Um abraço, amigo e obrigado!