quinta-feira, 12 de abril de 2007

Frases do Romário

Romário se intitula o último grande frasista do futebol brasileiro:

- Com certeza sou o último e já há muitos anos. Ninguém paga as minhas contas ou sempre minhas dores. Então falo o que quero. Quem não quer ouvir, tampa o ouvido, desliga a tv, o rádio ou não compra jornal. Sempre falei o que quis. Nunca quis ter assessor de imprensa como outros aí para ficar me falando o que tenho que falar.


VEJA FRASES MARCANTES DO BAIXINHO


"A corte agora está contente. O rei, o príncipe e o bobo"
Fazendo referências ao presidente do Vasco, Eurico Miranda, a si próprio e ao então desafeto Edmundo


"O cara nem entrou no ônibus ainda e já quer sentar na janela"
Criticando o técnico Alexandre Gama, do Fluminense, que o tinha barrado


"Pelé é um poeta de bico fechado"
Rebatendo a declaração de Pelé de que ele deveria encerrar a carreira


"Deus abençoou os pés desse cidadão, mas se esqueceu do resto e principalmente da boca, porque quando ele fala só sai besteira, ou melhor: só sai m..."
Rebatendo as críticas de Pelé, em 1998, sobre sua atuação na Copa Ouro


"Quando eu nasci, Deus apontou o dedo em minha direção e disse: esse é o cara"
Em uma entrevista, depois de assinar contrato com o Fluminense


"Onde está o meu nome tem confusão. Mas até que eu gosto. Porrada é comigo mesmo. Mas sou igual a índio. Só ataco quando sou atacado"
Confissão de quem vive cercado pela polêmica


"Não sei como vai ser acordar com 40 anos. Na verdade, não sei se vou dormir (risos). Mas depois da meia-noite sei que vou estar mais velho"
Ao comentar como vai se sentir ao completar 40 anos


"Como vou aturar um mala igual a mim?"
Sobre a possibilidade de tornar-se técnico quando encerrar a carreira


"Técnico bom é aquele que não atrapalha"
Ao opinar sobre a função dos técnicos de futebol


"Eu quero que eles se danem de verde, amarelo, preto e vermelho. Eles não merecem nada de mim. Só espero coisas ruins deles e torço para que só esperem coisas ruins de mim"
Disparando farpas contra a facção organizada Força-Jovem, do Vasco, em 2001.


"Quem tem que se preocupar com imagem boa é aparelho de TV"
Romário ao falar da sua personalidade


"Tenho uma relação íntima com a noite. Ela sempre foi minha amiga. Quando saio, estou contente e marco gols"
Ao comentar as suas noitadas antes dos jogos


"Sou que nem dinheiro. No fundo, todo mundo quer um pouquinho. Conhece o ditado que diz que quanto mais velho melhor é o vinho? Tem muito vinho falsificado e que avinagra. Eu não"
Na época em que estava decidindo com que time iria acertar entre Flamengo, Vasco e Fluminense


"Só vejo o Pelé na minha frente. Ele não é rei, é Deus, inigualável. Quanto mais perto chegar dele, mais prazer vou ter. Eu sou eu, nunca me comparei a ninguém e não vou fazer isso agora. Respeito todo mundo, mas me respeito muito também"
Despejando críticas veladas ao ex-craque Zico


"Goleiro sempre tem mérito. Mas dessa vez não. Do jeito que bati, até a minha mãe pegava"
Ao comentar o pênalti que perdeu contra a Ponte Preta no Campeonato Brasileiro de 2005